Participantes produzem curtas em Oficina de Vídeo Ambiental no Circuito

Atividade foi direcionada às pessoas com pouco ou nenhum conhecimento em fazer cinema

Oficina de Vídeo Ambiental foi direcionada às pessoas com pouco ou nenhum conhecimento em fazer cinema (Foto – Paulo Accioly)

Prática. Essa foi a palavra que conduziu a oficina de Vídeo Ambiental, realizada dentro do Circuito Penedo de Cinema. Se na programação oficial a oficina acabou na última quinta-feira (9), na prática, a atividade teve seu encerramento neste sábado (11), último dia do Circuito.

Ministrada pelo especialista em fotografia de cinema, Alberto Casagrande, a oficina foi direcionada a pessoas que têm pouco ou nenhum conhecimento em fazer cinema. O primeiro dia se voltou à teoria e discutiu questões de roteiro, fotografia, locação e equipamento. No segundo dia, a turma foi dividida em três grupos, que foram captar as imagens para o curta-metragem com temática sobre impacto ambiental. Já o terceiro dia foi dedicado ao processo de edição do material.

A captação das imagens foi feita com celulares e câmeras fotográficas. De acordo com o Casagrande, é possível fazer vídeos de qualidade, desde que conheça o equipamento que tem. “A ideia foi de as pessoas começarem a produzir a partir da ferramenta que têm, como um celular. Dá pra fazer um bom material, se você souber usar a limitação do seu equipamento”, pontuou.

Cada vídeo produzido tem, no máximo, três minutos de duração. “A ideia dos pequenos vídeos é de serem provocadores. Você assiste a eles e necessita de mais informação, então vai buscar”, explicou o ministrante.

A estudante de Ciências Biológicas da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), Elisângela Gomes, foi uma das participantes da oficina. Ela, que já tinha noções de como operar câmeras, se interessou pela atividade por ser voltada à produção de vídeo ambiental.

“Me interessei pela oficina porque era sobre vídeo e voltada à temática ambiental. Ao produzir o vídeo, observamos outros aspectos sobre o meio ambiente. Tentamos buscar histórias sobre o Rio São Francisco, como ele era antigamente e como está nos dias atuais, sob a percepção de pescadores, turistas e pessoas que moram aqui”, disse Elisângela.

Os vídeos serão exibidos neste sábado (11), na noite de encerramento do Circuito Penedo de Cinema e, na sequência, poderão ser vistos no canal do evento no YouTube.

Natália Oliveira – Ascom Circuito

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *