Circuito Penedo de Cinema abre inscrições para filmes em curta-metragem

Foto – Paulo Accioly

O Circuito Penedo de Cinema já está com inscrições abertas para filmes em curta-metragem. As produções podem ser inscritas gratuitamente até 23 de julho, em uma das três mostras competitivas dos eventos que integram o Circuito: 11º Festival do Cinema Brasileiro de Penedo, 8º Festival de Cinema Universitário de Alagoas e 5ª Mostra Velho Chico de Cinema Ambiental.

O processo de inscrição é online, por meio da plataforma Festhome ou pelo site do evento. De acordo com o edital, disponível nos dois endereços, os proponentes têm que ser diretores ou produtores dos filmes, que devem ter até 25 minutos de duração, incluindo os créditos, e produzidos a partir de 2016. Caso sejam selecionadas, as produções irão concorrer a R$ 41 mil em premiação.

Outros critérios devem ser seguidos, especificamente para as inscrições no 8º Festival de Cinema Universitário de Alagoas e na 5ª Mostra Velho Chico de Cinema Ambiental. Para o Universitário, os proponentes podem ser estudantes matriculados ou egressos, professores ou técnicos-administrativos de Instituições de Ensino Superior (IES) ou Escolas Técnicas de Cinema e Audiovisual do país.

Já na Mostra Velho Chico, o edital prevê que os filmes inscritos tratem de temas relacionados ao meio ambiente, podendo abordar questões dos ambientes natural ou antrópico, ou seja, aquele modificado pela ação humana. E para o 11º Festival do Cinema Brasileiro de Penedo não há nenhuma restrição para inscrever os curtas-metragens.

“Festivais têm um grande um espaço para veicular a produção nacional de curta-metragem e estimular a formação de público, além de promover um encontro de realizadores e de eles receberem um feedback do público sobre os filmes produzidos”, destacou Sérgio Onofre Araújo, coordenador geral do Circuito, ao reforçar a importância de um evento nacional de cinema em Alagoas.

Realização

O Circuito Penedo de Cinema ocorrerá de 26 de novembro a 2 de dezembro de 2018 no município de Penedo (AL). O evento é realizado pela Universidade Federal de Alagoas (Ufal) numa parceria com o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Cultura de Alagoas (Secult), e pelo Instituto de Estudos Culturais, Políticos e Sociais do Homem Contemporâneo (IECPS), com patrocínio do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco (CBHSF).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *