Oficina sobre produção de vídeo movimenta o segundo dia do Circuito Penedo de Cinema

Os alunos irão produzir vídeos que serão exibidos na solenidade de encerramento e premiação do Circuito

Texto: Raphael von Sohsten

Filmes realizados por meio de dispositivos móveis como celulares e tablets foram os temas do primeiro dia da oficina de Produção de Vídeo Ambiental, ministrada por Alberto Casa Grande, jornalista e especialista em fotografia de cinema. Realizada no Centro de Cultura e Extensão Universitária (CEU), a atividade se estende até a sexta-feira (30).

Alberto Casa Grande, jornalista e especialista em fotografia de cinema, ministrando a oficina (Foto: Kamylla Feitosa)

Direcionada para o uso do smartphone, a oficina conta com temas que abordam o processo da ideia inicial do filme, passando pela captação de imagem até edição. “O interesse da oficina é trabalhar a linha de discussão em cinema chamada mobigrafia, com ênfase na produção de documentário. Os alunos irão passar por todas as etapas: conceitos, gravação e edição”, diz Casa Grande.

Com público composto em sua maioria por jovens estudantes, a oficina pretende despertar o olhar fotográfico dos alunos, abordando os fundamentos da fotografia, tipos de roteiro, com dicas práticas sobre enquadramento, de composição e luz. Sob a orientação do oficineiro, os participantes irão produzir vídeos que serão exibidos no último dia das mostras do Circuito.

Dandara Vilela, estudante do curso de Engenharia de Pesca, da Universidade Federal de Alagoas, campi Penedo, reconhece a oficina como grande oportunidade de ampliar o trabalho que tem feito na conservação ambiental. “A expectativa é que a oficina mostre como captar a imagem ambiental sobre organismos vivos, para que possamos mostrar um olhar diferenciado”, disse ela.

Estudantes praticam ensinamentos da oficina (Foto: Kamylla Feitosa)

Realização

O Circuito Penedo de Cinema é realizado pelo Instituto de Estudos Culturais, Políticos e Sociais do Homem Contemporâneo (IECPS), Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Cultura de Alagoas (Secult) e pela Universidade Federal de Alagoas (Ufal). O evento ainda é patrocinado pelo Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco (CBHSF), Prefeitura de Penedo, Sebrae e Fapeal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *