Oficina de fotografia com Fernanda Tanaka atrai participantes de outros estados

Com foco em fotografia para o cinema, atividade prendeu a atenção dos participantes do Circuito Penedo de Cinema

Foto: Kamylla Feitosa

Olhos e ouvidos atentos, foi assim que a primeira oficina de Fotografia no Cinema prosseguiu nesta quarta-feira (28). A diretora de fotografia Fernanda Tanaka segurou a atenção dos participantes falando como segue todo o processo visual de filmes longas e curtas-metragem, comerciais, documentários e séries.

Durante a oficina, Tanaka frisou o amor que sente pela profissão e alerta para os desafios que precisam ser enfrentados por amor a profissão. “É muito importante ter muita paixão de fazer cinema, é um trabalho árduo, com dedicação exclusiva, mas quando o trabalho está pronto a satisfação é imensurável”, disse a diretora convidada.

A admiração pela produção audiovisual fez com que Igor Vattimo, 24 anos, cruzasse fronteiras. O estudante de artes visuais da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), conta que é uma ótima oportunidade para agregar conhecimento, cultura e entretenimento. “Apesar de fazer artes visuais, me interessa muito o espaço que o cinema ocupa e as simbologias que ele tem e de ver mais do que está sendo produzido de novo, principalmente as produções que envolvem a temática ambiental porque comunica muito com Cachoeira, destacou.

Foto: Kamylla Feitosa

Com mais de 20 anos de profissão, Fernanda Tanaka já dirigiu inúmeros projetos entre comerciais e curtas, além de mais de 30 filmes longas-metragem. Dentre os longas, teve participação no famoso filme brasileiro protagonizado  Mônica Martelli, “Os homens são de marte e é pra lá que eu vou”.

A diretora já recebeu os prêmios de melhor fotografia em 2004, com o filme Brincadeira, no 4º Festival de Cinema de Varginha, e em 2015, com o filme Do Meu Lado, no 10º Festival de Cinema e Vídeo dos Sertões. Tanaka é formada pela Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP).

Realização

O Circuito Penedo de Cinema é realizado pelo Instituto de Estudos Culturais, Políticos e Sociais do Homem Contemporâneo (IECPS), Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Cultura de Alagoas (Secult) e pela Universidade Federal de Alagoas (Ufal). O evento ainda é patrocinado pelo Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco (CBHSF), Prefeitura de Penedo, Sebrae e Fapeal.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *