COMISSÃO JULGADORA

TODOS

Amilton Pinheiro
Colaborador para o Estadão, é curador do Fest Aruanda do Cinema Brasileiro e do Curta-SE, Festival Ibero americano de Sergipe, membro da Associação Brasileiro de Críticos de Cinema (Abraccine) e da Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA), curador da Mostra Lima Duarte Profissão: Ator, realizada no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), autor de um ensaio sobre o filme “Sargento Getúlio”, publicado no livro “100 Melhores Filmes Brasileiros”, lançado pelo Grupo Editorial Melhoramento e Abraccine.

 

 

Alexandre Taquari
Diretor dos festivais Curta Taquary e Criancine, estudou “Roteiro” e “Curadoria, gestão e Network de festivais de cinema na EICTV”, em Cuba. Produz o Caravana Criancine que promove oficinas audiovisuais para jovens e crianças. Coproduziu os curtas “Fogo Pagou” (Prêmio Itamaraty no Kinoforum) e “Capela” (melhor filme em Triunfo) ambos de Ramom Batista e “A moça que dançou com o diabo” de João Paulo Miranda Maria (Menção honrosa no 69º Festival de Cannes). Colaborou com a curadoria dos festivais internacionais como Thessaloniki LGBTQ int film festival (Grécia), Hacelo Corto (Argentina), Antofadocs (Chile) e Muestra Polo Sur (Chile).

 

Carla Francini
Formada em Comunicação Social e especializada em Gestão e Produção Cultural, atua na área do audiovisual desde a década de 90, tendo participado da produção de mais de 200 documentários. Foi coordenadora de audiovisual de Pernambuco, onde implementou políticas públicas para o setor que culminaram na Lei do Audiovisual de Pernambuco. Em 2016, fundou a produtora Casa de Cinema de Olinda, que desenvolve projetos nas áreas de audiovisual e transmídia. Desde 2017 é membro do Comitê Gestor do FSA.

 

Clarissa Kuschnir
Graduada em jornalismo, escreve para cinema desde que começou na profissão. Atua em diversas frentes como: repórter, crítica, assessora de imprensa, júri em festivais de cinema e já foi produtora em um projeto de cinema itinerante. Sua paixão sempre foi revista, onde começou trabalhando na extinta Sci-fi News e Sci-Fi News Cinema. Como assessora, passou pelas independentes Focus Filmes, Flashstar, A2 Filmes, plataforma de vídeos on demand Looke e Elite Filmes. Faz parte da Revista Preview (importante publicação sobre cinema no Brasil), desde o número 2, atuando na área comercial, fazendo matérias especiais sobre o filmes nacionais e cobrindo alguns festivais de cinema pelo país. Também colabora, escrevendo sobre festivais, para o site TecheNet, de Portugal.

 

Frederico Machado
Cinéfilo, crítico de cinema, fotografo, roteirista, produtor e diretor, criou em 2000 a produtora Lume Filmes. Realizou 6 festivais internacionais, dentre os quais Festival Internacional de Cinema do Maranhão e Festival Internacional Lume de Cinema. Em 2007, a Lume Filmes também se tornou distribuidora e em apenas 8 anos de existência, lançou no mercado brasileiro de home-vídeo, cinema , VOD e TV fechada e aberta mais de 300 filmes, sempre trabalhando com cinema autoral, independente e de qualidade. Como cineasta, ganhou mais de 100 prêmios internacionais com seus filmes. Foi Membro da Conselho Nacional da Ancine (Agência Nacional de Cinema do Brasil) e em 2015 criou a Escola Lume de Cinema.

 

Pedro da Rocha
Produtor, diretor, roteirista e editor, começou sua atuação como diretor de filmes publicitários e programas de TV. Em 1998 produziu e dirigiu seu primeiro curta-metragem autoral e desde então já possui mais de vinte filmes realizados entre curtas e médias-metragens. No biênio 2009/2010 presidiu a Associação Brasileira de Documentaristas e Curtametragistas de Alagoas – ABD&C/AL, período em que foi criada a Mostra Sururu de Cinema Alagoano.

 

 

Saskia Sá
Formada em Comunicação e Mestre em Educação pela UFES, é cine-educadora em Educação de nível superior, professora universitária em audiovisual e comunicação, palestrante na área de Cinema e Educação com publicações em revistas e livros da área. Roteiriza duas séries de TV contempladas pelo FSA, que se encontram em produção. É empresária na Horizonte Líquido Produções Culturais, que, em 2016 completou 5 anos, atuando em diversas frentes do audiovisual, ações nas quais é realizadora e produtora. Produziu por quatro anos consecutivos a Mostra Cinema e Direitos Humanos no Mundo-Vitória e é Presidente da Organização de Cineclubes Capixabas – OCCa, para a gestão 2016-2018. Seus interesses se orientam cada vez mais para o cinema feito e protagonizado por mulheres, neste sentido, atua como curadora e produtora no projeto cineclubista Feministas de Quinta desde abril de 2015, onde exibe e discute filmes com temática feminista em sessões mensais no Cine Metrópolis. Também foi curadora da Mostra Cinema de Mulheres no 23º Festival de Cinema de Vitória em novembro de 2016.

 

Milena Evangelista
Jornalista especialista em Estudos Cinematográficos pela Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP), participou da equipe de produção de diversos documentários e séries para TV, assim como na curadoria e produção de mostras e festivais de cinema, como o Festival de Cinema de Triunfo e o FestCine – Festival de Curtas de Pernambuco e em atividades de formação com foco em audiovisual. Tem atuado ainda como parecerista e relatora de projetos de cinema, fotografia e artes visuais no âmbito do Funcultura – Fundo Estadual de Cultura de PE. De 2007 a 2014 foi Assessora de Cinema da Secult/PE e em 2015 assumiu a Coordenação de Audiovisual do Estado, trabalhando na promoção e implementação das políticas públicas voltadas para o segmento.

 

Alice Gouveia
Doutora em Comunicação e Semiótica na PUC-SP, é jornalista formada pela Universidade Católica de Pernambuco em 1995 e técnica em direção cinematográfica tendo concluído o curso na New York Film Academy em 1998. Também pela Universidade Católica, concluiu em 2007, o curso de especialização em Estudos Cinematográficos. Mestre em comunicação na área de cinema pela UFPE, integra a equipe de professores do curso de Cinema da universidade. Além dos trabalhos audiovisuais, também desenvolve um projeto de formação em comunidades no Estado de Pernambuco chamado Realizando em 1 Minuto. O projeto já conta com 49 oficinas realizadas e mais de 800 filmes produzidos.

 

Claudio Sampaio
Graduado em Ciências Biológicas pela UFBA , é mestre e doutor em Ciências Biológicas pela UFPB. Tem experiência na área de Zoologia, com ênfase em taxonomia dos grupos recentes, história natural, pesca, conservação, peixes recifais e ornamentais. É pesquisador colaborador do grupo de especialistas em peixes recifais da IUCN; coordenador do PAN–Tubarões/ICMBio, pesquisador associado ao Museu de Zoologia da UFBA e do Projeto Meros do Brasil, além de compor a comissão científica do “Local Beach, Global Garbage”. É colaborador do FishBase desde 2008. É professor do curso de graduação em Engenharia de Pesca da UFAL e Ciências Biológicas da UFAL em Penedo e do Programa de Pós-Graduação em Diversidade Biológica e Conservação nos Trópicos do ICBS/UFAL/Maceió, é conselheiro da ResEx Marinha da Lagoa de Jequiá, AL e da APA Costa dos Corais (PE e AL).

 

Nataska Conrado
Mestranda em Artes pela Universidade Federal do Ceará, pesquisa modos de juntos vermos cinemas. Desde 2004, estuda e trabalha em ações que incitam a produção e o livre acesso aos conhecimentos, às comunicações, às culturas e às artes. Integrou o Cineclube Ideário (AL) e o Tela Tudo Clube de Cinema (AL), e atualmente é colaboradora do Cineclube Ser Ver Luz (CE). Tem experiências na instigação de cursos nas áreas de cinema, fotografia e comunicação; na gestão, produção, pesquisa e design, especialmente com cineclubes; e em ações por partilhas e conquistas sociais e culturais democráticas. Trabalhou em produções cinematográficas assumindo fazeres diversos.

 

 

Taciana Kramer
Engenheira de pesca com doutorado em oceanografia biológica, professora da Universidade Federal de Alagoas desde 2006, desenvolvendo pesquisas em Ecologia Aquática. Ao longo deste tempo, coordenou e participou de diferentes projetos de extensão voltados a sensibilização ambiental, incluindo a curadoria das duas edições da Mostra Velho Chico de Cinema Ambiental, juntando duas paixões, o cinema e a natureza.

 

10º FESTIVAL BRASILEIRO DE CINEMA

10º FESTIVAL BRASILEIRO DE CINEMA

 

Alexandre Taquari
Diretor dos festivais Curta Taquary e Criancine, estudou “Roteiro” e “Curadoria, gestão e Network de festivais de cinema na EICTV, em Cuba. Produz o Caravana Criancine que promove oficinas audiovisuais para jovens e crianças. Coproduziu os curtas “Fogo Pagou” (Prêmio Itamaraty no Kinoforum) e “Capela” (melhor filme em Triunfo) ambos de Ramom Batista e “A moça que dançou com o diabo” de João Paulo Miranda Maria (Menção honrosa no 69º Festival de Cannes). Colaborou com a curadoria dos festivais internacionais como Thessaloniki LGBTQ int film festival (Grécia), Hacelo Corto (Argentina), Antofadocs (Chile) e Muestra Polo Sur (Chile).

 

Carla Francini
Formada em Comunicação Social e especializada em Gestão e Produção Cultural, atua na área do audiovisual desde a década de 90, tendo participado da produção de mais de 200 documentários. Foi coordenadora de audiovisual de Pernambuco, onde implementou políticas públicas para o setor que culminaram na Lei do Audiovisual de Pernambuco. Em 2016, fundou a produtora Casa de Cinema de Olinda, que desenvolve projetos nas áreas de audiovisual e transmídia. Desde 2017 é membro do Comitê Gestor do FSA.

 

Clarissa Kuschnir
Graduada em jornalismo, escreve para cinema desde que começou na profissão. Atua em diversas frentes como: repórter, crítica, assessora de imprensa, júri em festivais de cinema e já foi produtora em um projeto de cinema itinerante. Sua paixão sempre foi revista, onde começou trabalhando na extinta Sci-fi News e Sci-Fi News Cinema. Como assessora, passou pelas independentes Focus Filmes, Flashstar, A2 Filmes, plataforma de vídeos on demand Looke e Elite Filmes. Faz parte da Revista Preview (importante publicação sobre cinema no Brasil), desde o número 2, atuando na área comercial, fazendo matérias especiais sobre o filmes nacionais e cobrindo alguns festivais de cinema pelo país. Também colabora, escrevendo sobre festivais, para o site TecheNet, de Portugal.

 

Frederico Machado
Cinéfilo, crítico de cinema, fotografo, roteirista, produtor e diretor, criou em 2000 a produtora Lume Filmes. Realizou 6 festivais internacionais, dentre os quais Festival Internacional de Cinema do Maranhão e Festival Internacional Lume de Cinema. Em 2007, a Lume Filmes também se tornou distribuidora e em apenas 8 anos de existência, lançou no mercado brasileiro de home-vídeo, cinema , VOD e TV fechada e aberta mais de 300 filmes, sempre trabalhando com cinema autoral, independente e de qualidade. Como cineasta, ganhou mais de 100 prêmios internacionais com seus filmes. Foi Membro da Conselho Nacional da Ancine (Agência Nacional de Cinema do Brasil) e em 2015 criou a Escola Lume de Cinema.

 

Eduardo Japiassu
Jornalista, mestre e doutor em Teoria da Literatura pela UFPE, é pós-doutor em Literatura e Cinema pela Universidade do Algarve, de Portugal. Atualmente é professor de Letras Vernáculas na Universidade Federal de Sergipe (UFS), onde ministra as disciplinas de Teoria da Literatura e Crítica Literária. Pertence ao Programa de Pós-Graduação interdisciplinar em Cinema da UFS, no qual ministra a disciplina de Relações Estéticas e Linguagem do Cinema.

 

7º FESTIVAL DE CINEMA UNIVERSITÁRIO DE ALAGOAS

7º FESTIVAL DE CINEMA UNIVERSITÁRIO DE ALAGOAS

 

Amilton Pinheiro
Colaborador para o Estadão, é curador do Fest Aruanda do Cinema Brasileiro e do Curta-SE, Festival Ibero americano de Sergipe, membro da Associação Brasileiro de Críticos de Cinema (Abraccine) e da Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA), curador da Mostra Lima Duarte Profissão: Ator, realizada no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), autor de um ensaio sobre o filme “Sargento Getúlio”, publicado no livro “100 Melhores Filmes Brasileiros”, lançado pelo Grupo Editorial Melhoramento e Abraccine.

 

 

Saskia Sá
Formada em Comunicação e Mestre em Educação pela UFES, é cine-educadora em Educação de nível superior, professora universitária em audiovisual e comunicação, palestrante na área de Cinema e Educação com publicações em revistas e livros da área. Roteiriza duas séries de TV contempladas pelo FSA, que se encontram em produção. É empresária na Horizonte Líquido Produções Culturais, que, em 2016 completou 5 anos, atuando em diversas frentes do audiovisual, ações nas quais é realizadora e produtora. Produziu por quatro anos consecutivos a Mostra Cinema e Direitos Humanos no Mundo-Vitória e é Presidente da Organização de Cineclubes Capixabas – OCCa, para a gestão 2016-2018. Seus interesses se orientam cada vez mais para o cinema feito e protagonizado por mulheres, neste sentido, atua como curadora e produtora no projeto cineclubista Feministas de Quinta desde abril de 2015, onde exibe e discute filmes com temática feminista em sessões mensais no Cine Metrópolis. Também foi curadora da Mostra Cinema de Mulheres no 23º Festival de Cinema de Vitória em novembro de 2016.

 

Milena Evangelista
Jornalista especialista em Estudos Cinematográficos pela Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP), participou da equipe de produção de diversos documentários e séries para TV, assim como na curadoria e produção de mostras e festivais de cinema, como o Festival de Cinema de Triunfo e o FestCine – Festival de Curtas de Pernambuco e em atividades de formação com foco em audiovisual. Tem atuado ainda como parecerista e relatora de projetos de cinema, fotografia e artes visuais no âmbito do Funcultura – Fundo Estadual de Cultura de PE. De 2007 a 2014 foi Assessora de Cinema da Secult/PE e em 2015 assumiu a Coordenação de Audiovisual do Estado, trabalhando na promoção e implementação das políticas públicas voltadas para o segmento.

 

Pedro da Rocha
Produtor, diretor, roteirista e editor, começou sua atuação como diretor de filmes publicitários e programas de TV. Em 1998 produziu e dirigiu seu primeiro curta-metragem autoral e desde então já possui mais de vinte filmes realizados entre curtas e médias-metragens. No biênio 2009/2010 presidiu a Associação Brasileira de Documentaristas e Curtametragistas de Alagoas – ABD&C/AL, período em que foi criada a Mostra Sururu de Cinema Alagoano.

 

André Campos
Ator profissional cearense, atua em televisão, teatro e cinema. Em 2016, conquistou quatro prêmios de melhor ator pelo curta-metragem “Os Olhos de Arthur” em festivais como o Curta Canoa e Curta Taquary de Cinema. Seu trabalho mais recente foi na comédia nacional “O Shaolin do Sertão”, do mesmo diretor de “Cine Holliúdy”, Halder Gomes.

 

 

4ª MOSTRA VELHO CHICO DE CINEMA AMBIENTAL

4ª MOSTRA VELHO CHICO DE CINEMA AMBIENTAL

Alice Gouveia
Doutora em Comunicação e Semiótica na PUC-SP, é jornalista formada pela Universidade Católica de Pernambuco em 1995 e técnica em direção cinematográfica tendo concluído o curso na New York Film Academy em 1998. Também pela Universidade Católica, concluiu em 2007, o curso de especialização em Estudos Cinematográficos. Mestre em comunicação na área de cinema pela UFPE, integra a equipe de professores do curso de Cinema da universidade. Além dos trabalhos audiovisuais, também desenvolve um projeto de formação em comunidades no Estado de Pernambuco chamado Realizando em 1 Minuto. O projeto já conta com 49 oficinas realizadas e mais de 800 filmes produzidos. 

 

Claudio Sampaio
Graduado em Ciências Biológicas pela UFBA , é mestre e doutor em Ciências Biológicas pela UFPB. Tem experiência na área de Zoologia, com ênfase em taxonomia dos grupos recentes, história natural, pesca, conservação, peixes recifais e ornamentais. É pesquisador colaborador do grupo de especialistas em peixes recifais da IUCN; coordenador do PAN–Tubarões/ICMBio, pesquisador associado ao Museu de Zoologia da UFBA e do Projeto Meros do Brasil, além de compor a comissão científica do “Local Beach, Global Garbage”. É colaborador do FishBase desde 2008. É professor do curso de graduação em Engenharia de Pesca da UFAL e Ciências Biológicas da UFAL em Penedo e do Programa de Pós-Graduação em Diversidade Biológica e Conservação nos Trópicos do ICBS/UFAL/Maceió, é conselheiro da ResEx Marinha da Lagoa de Jequiá, AL e da APA Costa dos Corais (PE e AL).

 

Nataska Conrado
Mestranda em Artes pela Universidade Federal do Ceará, pesquisa modos de juntos vermos cinemas. Desde 2004, estuda e trabalha em ações que incitam a produção e o livre acesso aos conhecimentos, às comunicações, às culturas e às artes. Integrou o Cineclube Ideário (AL) e o Tela Tudo Clube de Cinema (AL), e atualmente é colaboradora do Cineclube Ser Ver Luz (CE). Tem experiências na instigação de cursos nas áreas de cinema, fotografia e comunicação; na gestão, produção, pesquisa e design, especialmente com cineclubes; e em ações por partilhas e conquistas sociais e culturais democráticas. Trabalhou em produções cinematográficas assumindo fazeres diversos.

 

Taciana Kramer
Engenheira de pesca com doutorado em oceanografia biológica, professora da Universidade Federal de Alagoas desde 2006, desenvolvendo pesquisas em Ecologia Aquática. Ao longo deste tempo, coordenou e participou de diferentes projetos de extensão voltados a sensibilização ambiental, incluindo a curadoria das duas edições da Mostra Velho Chico de Cinema Ambiental, juntando duas paixões, o cinema e a natureza.