CURADORIA

11º Festival do Cinema Brasileiro

 

Pedro da Rocha

Produtor, diretor, roteirista e editor, começou sua atuação como diretor de filmes publicitários e programas de TV. Em 1998 produziu e dirigiu seu primeiro curta-metragem autoral e desde então já possui mais de vinte filmes realizados entre curtas e médias-metragens. No biênio 2009/2010 presidiu a Associação Brasileira de Documentaristas e Curtametragistas de Alagoas – ABD&C/AL, período em que foi criada a Mostra Sururu de Cinema Alagoano.

 

Tairone Feitosa

Com mais de 50 anos de carreira, tem uma respeitada atuação como roteirista no segmento audiovisual. É dele a autoria dos roteiros de filmes como O Homem da Capa Preta [dir.: Sérgio Rezende], Luzia-Homem [dir.: Fábio Barreto], Ele, o Boto [dir.: Walter Lima Jr.], O Veneno da Madrugada [adaptação de Gabriel Garcia Márquez; dir.: Ruy Guerra], A Dança dos Bonecos [dir.: Helvécio Ratton], dentre outros.

 

Ricardo Lessa

 

8º Festival de Cinema Universitário de Alagoas

 

Marcos Sampaio

Formado em Administração pela Universidade Federal de Alagoas, tem pós-graduação em Gestão Cultural pela Fundação Joaquim Nabuco e Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Atua como Diretor de Políticas Culturais da Fundação Municipal de Ação Cultural (FMAC) de Maceió e também é Diretor de Programação do Centro Cultural Arte Pajuçara.

 

Ulisses Bonfim Macedo

Formado em Cinema e Audiovisual pela Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) e atua nas áreas de direção, roteiro, curadoria e programação. É diretor de dois curtas-metragens “As Melhores Noites de Veroni”
(2017) com estreia no 50o Festival de Brasília de Cinema Brasileiro e “CorpoStyleDanceMachine” (2017) eleito melhor filme na Sessão caminhos da 17ª Mostra do Filme Livre.

 

Vera Rocha

Atua em produção de audiovisual desde 1998. Dentre trabalhos como produtora, destacam-se o curta-metragem autoral A Risonha Morte de Tião das Vacas, de Pedro da Rocha, selecionado para 9ª Mostra de Cinema de Tiradentes (MG), e o longa-metragem Olhar de Nise, dirigido por Jorge Oliveira. Em 2014, estreou como diretora com o documentário Mamãe Yes! e com o projeto Relicário de Zumba, contemplado pelo 3º edital Prêmio de Incentivo à Produção Audiovisual em Alagoas.

 

 

5ª Mostra Velho Chico de Cinema Ambiental

 

Guilherme Demétrio

Bacharel em Ciências Biológicas, Mestre e Doutor em Ecologia Aplicada pela Universidade Federal de Lavras, atualmente professor adjunto da Unidade Educacional Penedo, do Campus Arapiraca, Universidade Federal de Alagoas. Ao longo da vida acadêmica desenvolvi diversos trabalhos voltados para a Ecologia Vegetal, focando, atualmente na ecologia de Plantas Aquáticas e sua importância para os ecossistemas de água doce.

 

Taciana Kramer

Engenheira de pesca com doutorado em oceanografia biológica, professora da Universidade Federal de Alagoas desde 2006, desenvolvendo pesquisas em Ecologia Aquática. Ao longo deste tempo, coordenou e participou de diferentes projetos de extensão voltados a sensibilização ambiental, incluindo a curadoria das duas edições da Mostra Velho Chico de Cinema Ambiental, juntando duas paixões, o cinema e a natureza.

 

Yanara Galvão

Graduada em Comunicação Social pela Universidade Católica do Salvador, trabalhou na Programadora Brasil, projeto do Ministério da Cultura de difusão do cinema nacional para circuitos não comerciais entre 2006 e 2007 com pesquisa e produção de textos sobre o cinema brasileiro. É cineclubista, arte-educadora e mestranda em Cinema e Narrativas Sociais pela Universidade Federal de Sergipe. Atualmente, pesquisa as práticas estéticas e políticas do audiovisual contemporâneo com ênfase no cinema em Pernambuco.